Skip to content

Como escolher sua formação em Pilates?

COMO ESCOLHER UMA ESCOLA DE FORMAÇÃO EM PILATES DENTRO DE PADRÕES ACEITOS OU RECOMENDADOS INTERNACIONALMENTE?

ESCOLHA
São apenas dicas para que você evite o erro que tantos cometem, realizando um curso mal escolhido e depois tendo que ingressar em outra formação completa toda de novo…
Verifique os pontos abaixo:
1. Procure buscar uma escola com nome e respaldo no mercado;
2. Peça opiniões de colegas que já fizeram formações em Pilates;
3. Verifique a carga horária do curso e como oferecem as vivências práticas, pois elas determinam sua experiência ao sair para o mercado;
4. Observe o currículo do(a) diretor(a) da escola, assim como dos ministrantes do curso. Não confunda os grandes títulos em áreas que não apresentem importância fundamental, com os mais objetivos e especializados na área que você está buscando;
5. Analise a estrutura do espaço em que é ministrado o curso em questão – em se tratando de área, equipamentos, acesso a material de estudo (livraria ou videoteca), além da possibilidade para os treinos, etc;
6. A escola apenas forma instrutores ou também atende à população com a prática do método?
7. Há quantos anos existe a instituição? Quantos instrutores já foram formados pela escola em questão? E quantos destes foram realmente encaminhados ao mercado de trabalho? Existe algum plano de encaminhamento? Algum classificados, por exemplo, de comunicação interna e externa, com as ofertas e buscas?
8. Solicite um manual de instruções de curso e como funciona todo o sistema no decorrer de toda a formação, a fim de evitar surpresas maiores ou decepções;
9. Existe uma única associação mundial que registra escolas que estejam dentro do padrão de nivelamento universalmente aceito dentro do método Pilates, que é a Pilates Method Alliance (PMA). Existe um link que pode auxiliá-lo nesta busca pelas escolas registradas também no Brasil (http://www.pilatesmethodalliance.org/i4a/pages/index.cfm?pageid=3318), caso este seja um caminho que você esteja almejando;
10. Verifique, ainda, escolas tradicionais e/ou clássicas de ensinamento do método, ainda que não registradas diretamente pela PMA;
11. Caso algum dia você deseje fazer o Exame da PMA (prova teórica que certifica internacionalmente um instrutor de Pilates), verifique as sedes de aplicação da prova – por enquanto, existe em São Paulo, Porto Alegre e Recife. Apenas para que se certifiquem sobre os critérios de inscrição para a mesma…e a principal delas é ter uma formação de 450hs, no mínimo;
12. A escola possui critérios de ingresso?
13. A escola exige critérios de “saída”? Ou seja, existe alguma forma de avaliação teórica e prática, com o intuito de verificar o nível de aprendizado do aluno/instrutor?
14. Quais as parcerias e vínculos que a instituição possui, que tenham importância fundamental na sua escolha (e na do mercado)? Por exemplo, vínculos com as universidades locais.
15. O certificado é reconhecido nacional e internacionalmente? E a escola oferece educação continuada, como workshops ou especializações, aprofundamento?
16. Quantos módulos existem dentro da formação?
17. Em quanto tempo você poderá estar concluindo a mesma?
18. Você terá que praticar o método caso queira ensinar?
19. Qual o conteúdo programático do curso? Completo.
20. Exigem que você leia a obra completa de Joseph Pilates (ou ao menos “O Retorno à Vida pela Contrologia” – 1945) ou nem citam o livro?
21. Sabem algo sobre o “Sistema”, sobre a ordem, sobre como o método foi criado e deve ser seguido ou elaboram aleatoriamente exercícios para braços, pernas, tronco, alongamento, de maneira criativa e divertida, dentro dos equipamentos de Pilates e dos acessórios utilizados pelo mesmo, dando o nome ao que fazem de “Pilates”?
22. Observem sua página na internet, assim como suas redes sociais e compreendam um pouco da sua visão e missão, como instituição…leiam, perguntem, questionem. Não faça uma formação apenas por fazer. Faça da forma mais inteira que puder, pois seu certificado, seu tempo e seus futuros alunos/clientes/pacientes certamente agradecerão.
Bem…estas são algumas dicas.
Há muita gente séria no mercado brasileiro, tentando trabalhar de maneira correta. Não percam tempo e busquem a melhor e mais segura forma!!!

 

Relacionados

TERCEIRA IDADE

O que acontece com as pessoas quando elas envelhecem? O que idade cronológica significa? O tempo passa e provoca mudanças

Entendendo a Contrologia, o método criado pelo Sr. Pilates.

Joseph Pilates, um revolucionário extraordinário, um verdadeiro gênio que desenvolveu um método transformador de vidas, com o objetivo de ajudar

Ah, Joseph Pilates…tu e tua revolução.

Como posso iniciar este momento de compartilhamento sem te agradecer? Venho aqui expressar o que sinto, o que vivo, o

Inscreva-se em nossa

Newsletter

Fique por dentro de todas as nossa novidades e eventos, e ainda

Receba nosso E-book

Titulo aqui

Gratuitamente
Open chat